01 julho 2017

111º Aniversário. PARABÉNS SPORTING CLUBE DE PORTUGAL

111º Aniversário.

PARABÉNS

SPORTING CLUBE DE PORTUGAL.

 Parambos Presente!

Saudámos o aniversário do 
Sporting Clube de Portugal 

Desejando uma continuidade desportiva que nos orgulhe e prestigie o desporto em todas as áreas.
 At ento/ViverParambos

Parambos numa visita a Aveiro

A Aldeia Mais Verde de Portugal, PARAMBOS,  desceu a Aveiro para gozar um dia bom de passeio e de recreio pelas calmas águas da Ria





















Imagens de uma visita bem colorida num dia a recordar, por todos os que passaram estes momentos na muito bela cidade de Aveiro e das suas salinas. 

 At Ento/ViverParambos

28 junho 2017

SOMOS CAMPEÕES NACIONAIS

Sporting clube de Portugal 

Campeão Nacional de Futsal,

 Bi-Campeões  

Parabéns.
  o desporto continua a dar o prazer da vitória e isso deixa-nos verdes de contente. Bravo!!
 At Ento/ViverParambos

01 junho 2017

II caminhada Infantil. Na Busca da Pata de Cavalo na Fraga (4). FIM

Bom Dia Mundial da Criança/2017
com a certeza de que a maioria das crianças do mundo nem sabem deste dia, comemoramo-lo lembrando o que as crianças que conhecemos vão fazendo num dia a dia qualquer como por exemplo a: II caminhada Infantil. Na Busca da Pata de Cavalo na Fraga
 Tínhamos ficado, no último capitulo publicado, no achamento da Pégada Cravada na Fraga no Cabeço de Parambos
 Tínhamos agora o caminho de volta, como e iríamos fazer? diretamente ou ainda temos tempo de dar mais uma volta?
 Ainda é cedo e podemos dar uma volta por aí, sugeriram os pequenos Caminheiros.  
Tomada a decisão, descemos da Fraga e partimos à descoberta de um caminho possível.
 e no monte muitas coisas nos podem chamar a atenção. deste feita foi um Pinheiro tombado que o David "achou"
 e cheios de vontade logo se prontificaram para repor o equilíbrio do Pinheiro
 Ou Oupa! ou Oupa! e lá o forma levantado
 Foi um momento bom de ver como a força humana pode também ajudar a natureza a ficar mais equilibrada
 E o Pinheiro agradecerá este esforço, depois havemos de lá voltar para ver resultou.
 e lá progredimos de fraga em fraga, andando ou escorregando com cuidado
 e a "Burra" lá nos acompanhou, amarrada ao seu fio, agora está a voar e pode ... pois já tínhamos vistas as vacas voadoras da geringonça, para provar que tudo é possível!
 e continuamos pois subir e descer as fragas é um bom exercício para os miúdos e para os graúdos 
E o Cabeço é uma autentica catedral de fragas únicas, pois são nossas e todos um dia já por ali andamos subindo-se e descendo-as e até passando-lhes por baixo
 um sobreiro cresceu sobre uma fraga, um bonzai gigante, desperta a atenção e é um bom motivo para uma foto de grupo

  e ali ficou a "impressão" de todos, ou quase! pois foi decidido que todos tocariam a árvore cada qual com a sua mão. 
este é o momento que a Maria conseguiu ver uma carraça... Tens um bichinho aí.  E ao apanhar o "bichinho" vimos que era uma carraça, pois elas, as carraças,  andam também pelo monte. Esta teve vida curta e finou-se ali como deve ser.
 e estava a terminar o nosso corta-mato o caminho da Poça,  ali ao fundo,  já estava à nossa espera
depressa lá chegamos e não tardou em apanhar os paralelos do caminho do Cabeço
 donde se aprecia todos o horizonte que leva o nosso olhar para além do Douro
 E assim estávamos no final desta etapa de uma aventura de "alpinismo" e  descoberta que preencheu esta tarde em tempo de férias da Páscoa.
 é tempo de contar e  guardar os "cajados" da Caminhada, par estarem preparados para a próxima.

E assim  e passou este Dia de crianças no Cabeço de Parambos, a Aldeia Mais Verde da Galáxia. E que belo Dia
Fim da reportagem da, II caminhada Infantil, Parambos/2017

At Ento/ViverParambos

31 maio 2017

saudação ao Campeão Nacional

Saudámos o Campeão Nacional 
de Andebol 
2016/2017 

BRAVO! BRAVO!!BRAVO!!!

Que o desporto se festeja em todas as modalidades.

At Ento/ViverParambos

24 maio 2017

II caminhada Infantil. Na Busca da Pata de Cavalo na Fraga (3)


Cá estamos novamente com a continuação da reportagem da  II caminhada Infantil. Na Busca da Pata de Cavalo na Fraga para ver o capitulo 2 clique aqui), agora no terceiro capitulo sobre um horizonte lindíssimo, para lá da nossa  aldeia, como é o que se avista do Cabeço.


Tínhamos ficado no momento em que os nosso pequenos heróis tentaram levantar  pedregulho, (vale a pena rever é só clicar acima no link assinalado)
 Logo a seguir por razões estratégicas, dois caminheiro tiveram de ausentar e aqui fica o momento da separação, e vão assim falhar  o  momento  do " achar a pegada de cavalo cravado na fraga " pois hoje, aqui,vamos lá chegar
 como esta bela fraga, cheia de entrências e reentrâncias, nada tinha para no revelar, avançamos no caminho da busca
 sempre perscrutando todas as dobras das fragas, deu tempo para  domar os cavalos naturais que habitam as árvores, neste caso o sobreiro estava ali mesmo à espera de ser montado e dava uma sombrinha que nos refrescou por instantes
 mas não era o "cavalo" do sobreiro que procurávamos, parece lembrar-nos o mais novo caminheiro, Xavier, perguntando se não era aquela pocinha ali! Onde? Ali. Óh! Não era,  e avançamos. 
 Resoverms os nosso pequenos aventureiro procurar cima das fragas altas. dizendo que: Se o cavalo salta para o outro lado do rio tem de ser alto. 
Tem lógica , mas definir o alto quando estamos no cabeço onde cada fraga parece estar mais alta que a outra, é difícil e não era aqui em cima mesmo.
 E... grito de alarme... será ali, grita o David, saltando para uma fraga logo ali em baixo, no cimo do cabeço claro!
 Era mesmo!
 foi descoberta a "pégada do cavalo cravado na fraga" existia pois que a vimos ali aos nossos pés, disfarçada e que não aparece a quem não a procura 

 Nós procuramo-la e achamo-la, ali estava a pegada que o cavalo deixou ao fincar a pata para ganhar balanço e assim dar o salto para fugir "dos maus" que "perseguiam e senhora da Assunção" ligada pela lenda da nossa aldeia  a este cabeço
A Maria quis experimentar se a pata era mesmo de cavalo ou se seria de Burra e assim testou o tamanho e reparou que na pata cravada na fraga cabia lá a sua burra completa. (sendo que a "burra" é uma pinha amarrada a um cordel que acompanha o dono que a puxa) e tem um evoluir interessante no caminho, experimentem
 e todos correram para ver, apalpar, tocar sentir a textura e a força telúrica da fraga e de lenda
 ainda sugeriram que aquela "poça" maior na fraga seria uma espécie de manjedoura. Mas, logo alguém sugeriu: Se estavam a fugir nem tinham tempo de comer... tem lógica este reparo e 

Era bem melhor que fosse uma piscina, pois agora refrescávamo-nos nela, pois estávamos quentinhos  desta subida, mas não era! 
fez de sala-de-estar para esta pose do conquistadores e de desafio superado..
 agora só falta o voltar ... veremos no próximo capitulo.
 At Ento/ViverParambos